12 dezembro 2014

Papai Noel Existe?

Oi divas!!! Sumi né...Ai essa semana foi corrida e eu me perdi totalmente nos dias, pensei que terça fosse quarta já e até mandei uma mensagem pra Marcella avisando que não conseguiria fazer o post na quarta, e quando chegou quinta que me atualizei nos dias kkkkk. Ai gente ser mãe é isso a gente fica maluquinha, mas vim hoje fazer o post porque não posso deixar de fazer minha gente. Amo isso!!!! Vamos ao post...



Natal, uma das festas mais comemoradas em todo o mundo, está chegando. É época de esbarrar com Papai Noel em ruas, lojas, shoppings, restaurantes. O que não é nada mal, já que ver os filhos felizes é um dos maiores prazeres de pais e mães. Mas estimular a fantasia é saudável para o desenvolvimento dos pequenos? "Incentivar a crença no Papai Noel é absolutamente saudável. Mais do que isso: é imprescindível! Toda criança merece viver o encantamento do Natal", garante a psicoterapeuta e contadora de histórias Alessandra Giordano, de São Paulo. 

Ninguém deve tirar de uma criança a capacidade de fantasiar. De acordo com os especialistas, o papel dos pais é, ao contrário, facilitar o mundo da imaginação para os pequenos, oferecendo-lhes todas as possibilidades de sonho e fantasia. "O Papai Noel é, sem dúvida, uma das recordações mais bonitas que trazemos da infância. E o que fica registrado em nosso inconsciente não é só a figura do entregador de presentes, pois o Papai Noel representa muito mais do que isso. O velhinho barbudo e simpático é o valor da família, da fraternidade e da bondade. E é também o respeito ao idoso", defende Rosana Zanella, psicóloga e professora do Instituto Sedes Sapientiae e da FMU (Faculdades Metropolitanas Unidas), de São Paulo. 

Além de proporcionar uma infância mais feliz e cheia de imaginação, o Papai Noel também oferece outras representações simbólicas. "É ele que vai se esforçar para atender aos nossos desejos. A ideia de que vamos encontrar bons velhinhos ao longo da vida é o que nos ajuda a aguentar o 'tranco'. É o que chamamos de fé na vida", diz Carolina Scheuer, psicóloga especialista em psicanálise da criança.

Para as crianças pensar,imaginar na possibilidade de o papai noel existir é super saudável e interessante aos olhos e ouvidos deles, mas e para nós? Meros adultos descrentes,será que ele continua existindo depois que crescemos, difícil acreditar né. Por isso especialistas estudaram e descobriram estatísticas que comprovam que o papai noel não poderia existir. São elas:  



Você já parou para pensar em quanto tempo o Papai Noel demoraria em entregar todos os presentes em uma única noite, se isso realmente fosse possível? De acordo com o professor de engenharia mecânica e aeroespacial Larry Silverberg da Universidade Estadual da Carolina do Norte, aproximadamente seis meses natalinos! 

Segundo o site POPSCI, Silverberg apresentou essa complicada — e importante — questão aos seus alunos, que estabeleceram alguns números para poder solucionar o problema. Vamos aos cálculos, então: parte-se do pressuposto que o Papai Noel precisa entregar presentes para cerca de 200 milhões de crianças, que vivem em casas distribuídas em uma área de aproximadamente 518 milhões de quilômetros quadrados. 

Cálculos natalinos 

Considerando que cada casa conta com uma média de 2,67 crianças, isso significa que o velhinho precisará visitar cerca de 75 milhões de residências. A distância média entre cada domicílio é de 2,6 quilômetros, assim, Noel terá que percorrer mais de 196 milhões de quilômetros em 24 horas. Porém, para que isso fosse possível, o trenó teria que viajar a uma velocidade média de 8.180.297 quilômetros por hora! 

Mas pense na situação: não é muito seguro que um velhinho gorducho viaje a uma velocidade dessas, ainda mais levando algumas renas e elfos de carona, não é mesmo? Portanto, os alunos de Silverberg propuseram um cenário um pouco mais realista, baseado na Teoria da Relatividade. 

"Tempo natalino" 

Os estudantes sugeriram que o Papai Noel tirasse proveito da Teoria da Relatividade e esticasse o tempo como se fosse um elástico. Dessa forma, o bom velhinho teria meses para entregar todos os brinquedos, enquanto que para nós, teriam se passado apenas alguns minutos. 

Agora, se o velhinho decidisse desenvolver um sistema de entregas baseado na Teoria da Relatividade, usando 750 trenós em vez de apenas um, o trabalho poderia ser concluído em apenas 24 horas natalinas — equivalentes a 5 minutos terrestres — e a uma velocidade muito mais segura para a gangue do Noel, ou seja, a apenas 130 quilômetros por hora. Nada que um par de jatos acoplados nas laterais dos trenós não resolvam! 

FONTE(S)POPSCI


E aí. Papai Noel existe ou Não?




Comentários
4 Comentários

4 comentários :

  1. Excelente texto :)

    Beijão :*
    www.deixeapenasfluir.com.br

    ResponderExcluir
  2. Caraca, adorei tua postagem
    Tenho uma filha de um ano e fiquei me perguntando se irei alimentar isso de papai Noel pra ela, baseado que eu não tive isso.. Muito interessante esse estudo sobre a velocidade das entregas.. Parabéns
    Blog Makeeando

    Grupo no Facebook - Super Blogueiras (Makeeando)

    Fan Page

    Instagram

    ResponderExcluir
  3. Oi Paulinha, tbem tenho uma filha e sempre pensei como diria isso p ela, pq sempre fui ensinada q papai noel n existe, mas lendo essa postagem acho q n tem problemas deixar q ela acredite ou n por conta própria rsrs....Obrigadaaaa :)

    ResponderExcluir

Oi meu amor, deixe aqui seu comentário.